TLKS: Capítulo 0

Tradutor: Lord Fifth.

Sobre Religiões

 

Este é um continente cheio de religiões.

Neste continente, “Deus” não é uma entidade frágil, duvidosa ou um nome que se usa apenas quando grita por ajuda. Os Deuses são reais, e alguns deles existem.

Alguns Deuses são extremamente fracos. Claro, quando dizemos “fracos”, queremos dizer com os padrões dos Deuses. Outros Deuses são extremamente fortes. Como a força de um Deus é derivada em grande parte da fé dos crentes de cada Deus, o numero de crentes é muitas vezes o fator crucial que determina o quanto forte ele é e o quão fraco ele pode ser.

Como tal, os Deuses muitas vezes se assemelham a gângsters que lutam  por território enquanto tentam desesperadamente ampliar sua influência em  suas próprias religiões.

No entanto para que ela seja ampliada, eles não podem usar descuidadamente seus poderes dentro do continente, isto pode levar a um conflito uns com os outros,  provavelmente não demoraria muito para todo o ambiente junto ao continente desaparecesse completamente do mapa.

Para evitar tamanha situação, os Deuses mais poderosos estabeleceram “O Contrato dos Deuses”. Todos os Deuses foram, portanto, proibidos de usar diretamente suas capacidades divinas no próprio continente. Sua única opção era investir seus poderes em alguns de seus seguidores, que então exercitariam esse poder em seu lugar.

Desta forma, a multidão de religiões começou a florescer.

Uma das mais conhecidas de todos é a do Deus da Luz, sob a jurisdição da Igreja do Deus da Luz. Embora a Igreja não seja já não seja tão renomada e influente como costumava ser devido à crescente influência do Deus da Guerra e do Deus das Sombras, ainda é como eles dizem: “Um camelo morto ainda é maior que um cavalo”. Como tal, mesmo que não seja tão difundido como antes, e embora o número de crentes diminua a cada ano que passa, dez em cada dez pessoas ainda nomearão a religião da Luz quando solicitado a fé mais antiga e tradicional de todas.

Todos sabem que o aspecto mais conhecido da religião da Luz são os Doze Santos Cavaleiros, com as posições passadas por gerações, não necessariamente de pai para filho.

O mais famoso de todos eles, seja você um seguidor do Deus da Luz ou de uma criança de três anos é aquele que eles chamam de homem mais próximo da própria perfeição, o Cavaleiro do Sol.

Ele é o líder dos Doze Santos Cavaleiros, o porta-voz do Deus da Luz, sempre usa um sorriso gentil e tão incandescente como o próprio sol. Tem um coração compassivo, acredita que todos os seres humanos são inerentemente gentis e nunca desistirá de nenhuma alma humana.

Mais do que qualquer outro, o Cavaleiro do Sol da trigésima oitava geração é amplamente considerado como o mesmo epítome da perfeição. Até foi dito que ele era a encarnação do próprio Deus da Luz e suas façanhas exigem que cinco épicos longos sejam totalmente narrados.

A partir daqui, vamos ser testemunhas fervorosas de suas habilidades e façanhas. Tudo começou a partir da primeira conversa entre o jovem Cavaleiro do Sol da 38ª geração e seu grande professor, o Cavaleiro da 37ª geração…

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

“Criança, de agora em diante você é o sucessor da posição do Cavaleiro do Sol. Enquanto você ficar firme em face da tribulação, cresça com coragem a cada julgamento que você enfrentar e defenda a honra de ser um cavaleiro, independentemente da dificuldade ou tentação que você enfrentar, você receberá das minhas mãos o titulo de Cavaleiro do Sol no dia em que você tiver a idade adequada”.

“Professor, posso recusar?

“Não!”

“Por quê?”

“Por que esqueci de escolher um Backup de cavaleiro do sol”.[¹]

“…”

 

1-Ele basicamente não tem alguém para caso de desistência, ou seja, ele não tinha mais nenhuma outra pessoa caso o garoto falhasse.

Nota do Tradutor: Espero que gostem da novel pois é muito divertida, historia absolutamente envolvente claro que vai ficando melhor a medida que você vai lendo e garanto que tem situações absolutamente surpreendentes. Conto com seu apoio no próximo capítulo.