ESE: Capítulo 5

Apresentação

 

One sorriu para a jovem. Após sair de seu estado de estagnação ela devolveu o sorriso.

 

“Você está bem? Como se sente?” Disse a jovem.

 

One assentiu: ”Estou bem. Foi você que me tratou?”

 

A menina assentiu enquanto sorria: ”Encontramos você na beira do mar.”

 

Beira do mar. One nunca esperou que a partir das minas ele pararia no mar. Será que algo a mais aconteceu?

 

“Já que você está melhor, siga-me. A comida está pronta.”

 

A menina saiu do quarto e One a seguiu. Eles desceram uma escada de madeira e pararam no que parecia ser um restaurante. Várias mesas estavam postas ordenadamente e diversas pessoas bebiam e riam enquanto sentadas nas mesas.

 

One olhou para essas pessoas enquanto seguia a menina. Era realmente incrível ver tantos rostos diferentes de uma vez só! As únicas pessoas que ele viu nos últimos três anos foram somente as pessoas do castelo.

 

A menina parou em frente a uma mesa. One parou também. Na mesa um velho estava sentado. Seus olhos estavam entreabertos e seus cabelos já haviam caído. Ele usava um manto branco. Era o mesmo velho que carregou One.

 

A menina sentou em um dos lugares disponíveis e fez um gesto com a mão para One: ”Sente-se”

 

One olhou para ela e se sentou: ”Obrigado.”

 

Ainda com um sorriso no rosto a menina falou: ”Eu não sei se estou sendo grossa, mas eu gostaria de saber porque você estava no mar.Você parecia estar morrendo…”

 

Antes mesmo que One pudesse responder o velho disse: ”Se você não quiser falar nós, não o forçaremos.”

 

One suspirou e olhou para o velho e para a menina: ”Eu não sei porque eu estava no mar, eu desmaiei e quando acordei estava aqui. Na verdade, estou muito confuso.”

 

O velho sorriu e assentiu: ”Desmaiou?” One olhou para o velho e baixou a cabeça. O velho entendeu de imediato: ”Não falemos sobre isso agora. Que tal nos apresentarmos?”

 

One olhou para o velho e assentiu:”Meu nome é One.”

 

A menina franziu o cenho:” One? Tipo, um?”One assentiu.

 

O velho ficou olhando por um momento para One, ele parecia estar debatendo sobre algo: ”Eu sou Doncrow da Família Zirchen” Ele olhou de lado para a menina e continuou: ”E esta é Ashley Zirchen, minha neta.”

 

One olhou para o velho e agradeceu: ”Obrigado, Senhor Doncrow”Ele se virou para a menina e continuou:”Obrigado Miss Ashley por terem me ajudado!”

 

Ashley e Doncrow assentiram.

 

De repente uma empregada chegou e serviu diversas comida na mesa. Eram frutas, pães e bebidas.

 

*Gulp*

 

One foi surpreendido por isso e não pode evitar engolir. O cheiro era delicioso e as frutas pareciam a melhor das melhores.

 

Enquanto One olhava fixamente para a comida o velho o olhava. Depois da mulher terminar de servir as diversas comida ele disse: ”Coma a vontade. Nós pagaremos.”

 

One ficou surpreso, mas logo recusou a oferta. Ashley fingiu estar irritada: ”Nós o salvamos e você não aceita comer a comida nós pagamos? Huff, você realmente não sabe valorizar as coisas que tem.”

 

As bochechas de One ficaram avermelhadas e ele baixou a cabeça.

 

Doncrow riu e disse: ”Não tenha vergonha. Coma a vontade!”

 

One levantou a cabeça e olhou para os belos pães a sua frente.

 

*Gulp*

 

Ele engoliu sua saliva. Tão veloz quanto uma flecha ele pegou o pão. Ele começou quietamente e os dois riram. Depois de comer o primeiro pão ele parecia ter perdido a vergonha e começou a comer um atrás do outro. A cada pão que ele comia ele agradecia: ”Obrigado!”

 

Uma hora se passou.

 

Eles ainda estavam sentados ao redor da mesa. Em cima da mesa não havia mais a grande quantidade de comida que havia tido.

 

One estava parecia cansado. Cansado de tanto comer.

 

‘Nunca comi tanto assim na minha vida…’

 

Ashley olhou para ele e perguntou:  “Para onde você vai depois daqui?” One balançou a cabeça e suspirou: ”não faço a menor idéia..”

 

Ela então sorriu: ”Eu irei fazer o exame de admissão na Seita do Fogo Celestial.Você não quer vir comigo?”

 

One franziu o cenho e olhou para ela: ”Seita do Fogo Celestial? Nunca ouvi falar sobre isso.”

 

Ashley franziu o cenho também: ”Você não conhece?Essa é uma das Quatro Grandes Seitas do Estado!”

 

Apesar de Ashley ter ficado surpresa, Doncrow não ficou.

 

“Jovem One, você é ignorante a tudo que é relacionado com o cultivo, não é?”Disse Doncrow com um sorriso.

 

One assentiu.

 

Doncrow riu: ”Hahahah, jovem você gostaria de testar sua aptidão?”

 

One não estava entendendo do que se tratava, mas como não parecia ser algo ruim ele assentiu.

 

Doncrow se levantou e disse: ”Vamos para um lugar mais reservado.”

 

One e Ashley seguiram Doncrow até um quarto. Lá ele retirou de sabe-se onde um cristal ciano. O cristal tinha metade do tamanho de uma mão e era translúcido.

 

Ele olhou para One e disse: ”Esse cristal pode testar sua aptidão com os elementos.No total os elementos são divididos em quatro sendo eles: Água, Fogo, Terra e Ar. Quando você derramar seu sangue nesse cristal ele irá brilhar e começar a testá-lo

Em geral, o cristal brilhará quatro vezes só que de cores diferentes. O azul forte simboliza a água, o vermelho o fogo, o marrom a terra e o branco o vento. Também aparecerão linhas no cristal cada vez que ele brilhar.Quanto mais linhas aparecer melhor é sua aptidão com determinado elemento. O máximo de linhas é 10 e o mínimo é 0. Experimente.”

 

Ele então deu o cristal para One.